LULA MERCADO

LULA MERCADO

GAELL

GAELL

pc

segunda-feira, 4 de junho de 2018

POLÍCIA CIVIL APRESENTA OS DETALHES DE FEMINICÍDIO OCORRIDO NA SEMANA PASSADA EM GARANHUNS




Uma coletiva de imprensa foi realizada na manhã desta segunda-feira (04), na sede da DINTER-1 – Diretoria Integrada do Interior 1 da Polícia Civil em Caruaru, onde foram repassados detalhes de um crime de morte ocorrido na semana passada em Garanhuns. A vítima, Maria Jaqueline da Silva, de 19 anos foi assassinada pelo amante, Marcelo José Bezerra, de 28 anos que foi preso.

Participaram da coletiva de imprensa o Diretor da DINTER-1, Dr. José Rivelino, do Diretor de Operações da DINTER-1, Dr. Sérgio Moura, do Delegado Seccional de Garanhuns, Dr. Luiz Bernardo e do Delegado de Brejão, Dr. Caio Morais.

Dr. Caio Morais, que estava de plantão na DEAH (Divisão Especial de Apuração de Homicídios), foi quem prendeu o assassino na tarde da última sexta-feira (01), após pela manhã ter acompanhado o levantamento cadavérico da vítima, que estava desaparecida desde a manhã da terça (29) e informou que a vítima que era casada há três meses vinha mantendo um relacionamento extra-conjugal com o acusado, que a matou porque ela queria que ele se separasse da esposa para assumir o romance e na manhã da terça-feira,como era rotina, ele foi a casa dela onde fizeram sexo e com o argumento de que teriam que conversar sobre o relacionamento num local reservado, eles foram a um matagal e lá ele a jogou de uma ribanceira de aproximadamente 3 metros de altura, ela ficou desacordada e ele a levou nas costas a um local de difícil acesso onde a esganou com o próprio vestido e depois amarrou as pernas e os braços da vítima e depois demonstrando comoção, ainda participou das buscas acompanhado do esposo dela. 

O delegado afirmou também que o acusado em vários momentos entrou em contradição e diante das provas colhidas confessou o crime, nisso o delegado solicitou a sua prisão preventiva e a justiça expediu imediatamente e o criminoso foi encaminhado a Cadeia Pública de Saloá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário