LULA MERCADO

LULA MERCADO

GAELL

GAELL

pc

pc

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

POLÍCIA CIVIL ACUSA “NINO DE CAMPO NOVO” DE MANDAR MATAR DESAFETO EM CARUARU


O famigerado Wellington Luiz da Silva, vulgo “Nino do Campo Novo” de 26 anos, que está preso desde o dia 03 de fevereiro do ano passado, que é acusado de matar 17 pessoas e de tentar matar mais 4, está sendo acusado de mesmo encarcerado tentar matar o desafeto, Joseilson Santos Alves, vulgo “Veinho” de 25 anos, que foi baleado na noite do dia 22 de julho do ano passado na Rua Ivan Brasil Rodrigues, no bairro Santa Rosa e que para matar o desafeto ele ordenou que o irmão, Wedson Luiz da Silva, vulgo “Pinto” de 25 anos e o primo, Diego Florêncio da Silva, vulgo “Xará” de 22 anos, cometessem o crime.

A delegada da 19ª Delegacia de Homicídios de Caruaru,Dra. Sérvulla Waleska, disse que a motivação do crime foi porque a vítima foi convidada pelo “Nino “ a se drogar com ele, e como o mesmo não topou o “Nino” lhe deu alguns tiros, mas ele escapou a morte e mesmo depois de preso, o algoz acionou o irmão e o primo para matar o rapaz, eles estavam em uma moto Fan preta, o “Xará” guiando e o “Pinto” foi quem efetuou os disparos no rapaz, que estava acompanhado do filho criança e da esposa e pelo fato de um dos tiros tê-lo atingido o pescoço, ele ficou com seqüelas, sem poder comer direito.
"Xará"
A delegada disse que solicitou a prisão dos acusados e a Vara do Júri expediu as preventivas e a sua equipe prendeu o “Xará”, que já foi levado a Penitenciária Juiz Plácido de Souza e o “Pinto” está foragido.



Ela disse que quem souber do paradeiro desse elemento que ligue para o Disque-Denúncia Agreste (81) 3719-4545 que terá a identidade preservada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário