LULA MERCADO

LULA MERCADO

GAELL

GAELL

pc

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

“POLÍCIA FEDERAL E MARINHA RECEPCIONAM VELEIRO HOLANDÊS E ENCONTRA MAIS 71KG DE COCAÍNA EM SEU INTERIOR.”








A Polícia Federal em Pernambuco e do Rio Grande do Norte em operação conjunta com a Marinha do Brasil, com coordenação da CGPRE-Coordenação-Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes/DF e colaboração da NCA-Agência Nacional de Crimes da Grã-Bretanha, prendeu no dia 1º/08/2015, com aproximadamente, 11,5 quilos de cocaína, por volta das 12h, RAYMOND KNOBBE, holandês, casado, 48 anos, mecânico e residente no Veleiro Rody. A prisão aconteceu em virtude de investigações e troca de informações entre a Polícia Federal de Pernambuco, e do Rio Grande do Norte em operação conjunta com a Marinha do Brasil, com coordenação da CGPRE-Coordenação-Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes/DF e colaboração da NCA-Agência Nacional de Crimes da Grã-Bretanha que alertou ao governo brasileiro sobre a viagem de um suspeito de tráfico internacional de drogas.

Após prisão do holandês e por questão logística com o objetivo de proceder uma vistoria minuciosa, a embarcação saiu de Fernando de Noronha na última quinta feira 06/08/2015 por volta das 9h, tendo chegado no Porto de Recife/PE por volta das 3h da madrugada de hoje, dia 09/08/2015 onde foi recepcionado por duas embarcações uma da Marinha do Brasil e a outra do NEPOM-Núcleo Especial de Polícia Marítima da Polícia Federal, os quais providenciaram o seu devido atracamento no Terminal de Desembarque de Passageiros do Porto de Suape! Por volta das 6h, os federais e técnicos especialistas neste tipo de veleiro começaram o procedimento de desmontagens de algumas partes do veleiro e após algumas vistorias com o auxílio inclusive de cães farejadores, encontrou-se dentro de dois reservatórios de água potável que abastece o navio acondicionados em diversos invólucros de plásticos para não haver possibilidade de se misturar com a água 59 (cinquenta e nove) tabletes de cocaína que após pesagem resultou num peso bruto de aproximadamente 71kg (setenta e um) quilos de cocaína!

A droga foi enviada para a sede da Polícia Federal que fica localizada no Cais do Apolo, onde após contagem e pesagem foi devidamente armazenada onde ficará a disposição da Justiça Federal para posterior destruição através de incineração. Os trabalhos de vistorias terminaram por volta das 13h e continuarão novamente amanhã, a apartir das 8h visando identificar mais material entorpecente! O navio ficará apreendido e poderá futuramente ser dado perdimento para a união com o objetivo de ser leiloado para que os recursos arrecadados com a venda possam ser utilizados e revertidos para clínicas, hospitais e istituições que trabalhem no combate a prevenção às drogas conforme prevê a lei de entorpecentes.

Dentro do navio também foi encontrado um paraquedas que possivelmente era utilizado pelos traficantes para jogar a droga em alto mar oriunda da Colômbia onde o velejador holandês a recepecionava em lato mar, utilizando um pequeno barco dentro da embarcação para levar a cocaína para dentro do navio. O holandês continua preso no Cotel-Centro de Observação e Triagem Professor Everado Luna, onde ficará à disposição da Justiça Federal, tendo já recebido a visita de um Delegado Federal da Delegacia de Entorpecentes com o objetivo de interrogá-lo, porém, ele acompanhado de seu advogado, usou do seu direito constitucional de ficar calado e falar apenas perante a Justiça, não dando portanto nenhuma informação sobre a quadrilha nem a respeito da organização criminosa na qual faz parte! Ele foi já havia sido autuado por tráfico internacional de entorpecentes (Art. 33, caput, c/c artigo 40, inc. I da Lei 11.343/2006) em Fernando de Noronha quando de sua prisão como incurso nas penas do e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão.

Esta não é a primeira vez que o holandês é preso traficando cocaína, em junho de 2007 a bordo de um veleiro “Rei Alexandre” de 11 metros ele foi preso na França quando deixou o Porto de Trinidad Tobago com destino à Holanda onde a droga deveria ser entregue - Na ocasião ele havia dito que estava sofrendo pressão da máfia colombiana em virtude de haver perdido cerca de 20 mil euros em um jogo de pôquer para os traficantes e em razão disso havia sido pressionado pela máfia a pagar a dívida fazendo viagens transportando cocaína. A droga era colocada dentro do veleiro vindo através de barcos de borracha e os tabletes eram acondicionados de forma a não prejudicar o equilíbrio da embarcação.http://www.ouest-france.fr/cocaine-le-navigateur-sous-la-menace-du-cartel-352243


Esta é a 16ª apreensão de drogas que a PF realiza em Pernambuco. Até agora foram presas 24(vinte e quatro) pessoas sendo 19 homens e 05 mulheres por envolvimento com o tráfico de drogas e a quantidade de droga apreendida é de: 712Kg de maconha, 144Kg de pasta base de cocaína, 82,5Kg de cocaína e 12,7kg de crack. Em 2014 a PF em Pernambuco prendeu 52 (cinquenta e duas) pessoas por envolvimento com o tráfico de drogas e apreendeu 2.220Kg (duas toneladas e duzentos e vinte quilos) de maconha; 144Kg (cento e quarenta e quatro) quilos de pasta base de cocaína; 12Kg (doze) quilos de crack; 31Kg (trinta e um) quilos de haxixe; 44Kg (quarenta e quatro) quilos de cocaína pura e 9.000 comprimidos de Artane;

Nenhum comentário:

Postar um comentário