LULA MERCADO

LULA MERCADO

GAELL

GAELL

pc

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

CORPO DO HOMOSSEXUAL QUE ESTAVA DESAPARECIDO FOI ENCONTRADO EM AÇUDE DE ALTINHO




Observe a pedra presa no pé direito da vitima.
Foi encontrado na manhã desta quinta-feira (14) boiando no Rio Una, localizado nas proximidades do campo de Zé de Neco, na zona rural de Altinho, o corpo do homossexual, Marcos Fernando Cordeiro de Lima, conhecido como "Marquete",  de 29 anos, que estava desaparecido há cerca de quatro dias.

A vitima estava com um dos pés amarrado a uma pedra, estava despido e com um arame farpado envolto no pescoço e acredita-se que depois de ter sido preso a pedra foi assassinado e jogado no leito do rio que corta a cidade, ainda segundo as informações repassadas, duas pessoas de identidades não reveladas estariam envolvidas no crime que choca a população de Altinho. A Policia já deteve um suspeito e busca outros envolvidos.


O corpo do homossexual será encaminhado para o IML do Recife.

“POLÍCIA FEDERAL COM APOIO OPERACIONAL DA RECEITA FEDERAL REALIZA MAIOR APREENSÃO DE HAXIXE DOS ÚLTIMOS 10 ANOS NO AEROPORTO INTERNACIONAL DOS GUARARAPES E PRENDE UMA PORTUGUESA E BRASILEIRA POR TRÁFICO INTERNACIONAL DE ENTORPECENTES”.




A Polícia Federal em Pernambuco prendeu em flagrante na madrugada de ontem do dia 12/11/2017, por volta das 1h, ELIANE APARECIDA DO PRADO, brasileira, casada, 28 anos, garçonete, natural de Cianorte/PR e residente em Rio Mouro/Portugal-(não possui antecedentes criminais) e MARTA SOFIA TOMÁS EUSÉBIO, portuguesa, casada, 35 anos, garçonete, natural de Lisboa/Portugal e residente em Estoril/Portugal-(não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os Policiais Federais ao selecionar alguns passageiros suspeitos e submeter as suas bagagens pelo aparelho de raios “x” da Receita Federal do Brasil, identificaram duas malas que continha em seu interior alguns objetos de formato retangular. Tais malas foram separadas e as suas proprietárias foram identificadas e convidadas a comparecer na sala da Polícia Federal onde após se submeter a uma entrevista prévia, começaram a ficar nervosas e a se contradizer em algumas das suas respostas (sobre o valor das passagens aéreas, qual o hotel em que iriam ficar, bem como qual o motivo da sua viagem para o Brasil).  A ação teve seu desfecho final quando os policiais federais ao procederem a abertura de sua mala vieram a descobrir 06(seis) tabletes do entorpecente que ao passar pelo exame narcoteste resultou positivo para a droga denominada “haxixe” (resina da maconha). A droga totalizou um peso bruto de 11,4Kg (onze quilos e quatrocentos) gramas. O Haxixe não é produzido no Brasil e pela forma de apresentação a droga é oriunda do oriente e norte da África. O haxixe consiste no produto extraído, em forma de resina, das flores e frutos da Maconha. No Brasil, o percentual de pessoas que consomem o haxixe é o mesmo da maconha. Porém, por ser um pouco mais forte, ele é mais consumido por quem já utiliza a maconha há algum tempo.

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido toda a droga encontrada as suspeitas receberam voz de prisão em flagrante foram informadas dos seus direitos e garantias constitucionais e levadas para a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabaram sendo autuadas pela prática do crime contido no artigo 33 e 40, inciso I da Lei nº 11.343/2006 (tráfico internacional de entorpecentes) e caso sejam condenadas poderão pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão.  Após a autuação, as presas realizaram Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, passaram pela audiência de custódia onde foi CONFIRMADA A SUA PRISÃO PREVENTIVA para em seguida serem conduzidas para o Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, onde ficarão à disposição da Justiça Federal/PE. Além da droga também foram apreendidos cartões de embarque, passaportes, dois aparelhos celulares, além da quantia de R$ 3.700 reais.

Em seus interrogatórios ELIANE e MARTA informaram que são amigas e que receberam uma proposta de um traficante no Brasil (não deram maiores detalhes) para transportar o haxixe de Portugal para o Brasil, utilizando uma mala com fundo falso e para isso receberiam a quantia de R$ 20 mil reais cada uma quando entregasse a droga no Rio de Janeiro/RJ. Disse que ainda que aceitaram a proposta por estarem passando por problemas financeiros.

ESTATÍSTICAS DE APREENSÃO:

Esta é a 17ª apreensão de drogas neste ano de 2017 no Aeroporto dos Guararapes. Até agora foram realizadas 22 (vinte e duas) prisões (doze homens e dez mulheres) e apreensão de 45,9Kg de cocaína, 43Kg de Skunk, 22,8Kg de Haxixe e 10,4Kg de metanfetamina e 30 quilos de maconha.


Em 2016 foram realizadas 14 apreensões com 14 pessoas presas (9 homens e 5 mulheres) e apreensão de 26Kg de haxixe, 13.7Kg de cocaína, 6,1Kg de metanfetamina, 25,1Kg de Ecstasy (cerca de 75.800 (setenta e cinco mil e oitocentos comprimidos) e 56 aparelhos celulares Iphone7.  Em 2015 houve apenas uma apreensão de drogas no Aeroporto dos Guararapes-Gilberto Freyre com duas pessoas presas (2 mulheres) com 10,6Kg de cocaína.

OPERAÇÃO GÊNESIS: MPPE, CGU E POLÍCIA CIVIL CUMPREM MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO PARA DESARTICULAR GRUPO CRIMINOSO QUE DESVIOU RECURSOS DA PREFEITURA DE QUIPAPÁ


Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Ministério da Transparência e Controladoria Geral da União (CGU) e Polícia Civil cumprem, na manhã desta quinta-feira (14), 15 mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Gênesis. A operação conjunta mobiliza um total de 70 policiais civis, 12 integrantes do Grupo de Apoio Especializado ao Combate às Organizações Criminosas do MPPE (Gaeco) e oito servidores da CGU e visa desarticular uma organização criminosa que, segundo apontam as investigações, seria responsável por fraudes em licitações para contratação de serviços pela Prefeitura de Quipapá, na Mata Sul do Estado.

Dados preliminares apontam que, somente em Quipapá a quantia de dinheiro desviado pelo esquema chega a R$ 18 milhões, dos quais R$3,5 milhões seriam de recursos federais. O modus operandi do grupo inclui a atuação coordenada de empresas e agentes públicos para direcionar os processos licitatórios, assegurando que os contratos sejam firmados com empresas fantasmas. Além de Quipapá, também estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Garanhuns, Correntes, Terezinha, Caruaru e Recife.


Mais detalhes sobre a operação serão repassados em entrevista coletiva na sexta-feira (15), às 10 horas, na sede do MPPE, na rua do Imperador Dom Pedro II, 473, Santo Antônio.

ROCAM APREENDE DOIS ADOLESCENTES TRAFICANDO DROGAS NO BAIRRO JOÃO MOTA EM CARUARU


Na noite desta quarta-feira (13), o Sargento Valter e os soldados Edson Antonio e Denisson da ROCAM do 1º BIEsp, apreenderam dois adolescentes, um de 16 e o outro de 17 anos, que foram pegos com 08 papelotes de maconha e a importância de R$ 22,00 em espécie.

A Policia Militar informou que esses dois adolescentes já vem traficando drogas há muito tempo na localidade, inclusive a mãe de deles confessou o trafico de disse que já esperava por isso.

NIA E EQUIPE ALFA DA MALHAS DA LEI, PRENDEM JOVEM COM ARMA DE FOGO NO CENTRO DE CARUARU



O Sargento Albuquerque, os soldados Josemir e Miquéias e o Comissário Landelucio da Equipe Alfa da Operação Malhas da Lei, prenderam no inicio da noite desta quarta-feira (13), Alisson Luis Gomes do Nascimento, de 22 anos, que mora na Rua Saldanha da Gama, no centro da cidade e na ação apreenderam um revolver calibre 32 com duas munições intactas.

Inicialmente ele foi abordado em casa pelo policiamento, que recebeu a denuncia de que havia um homem armado no local, com a autorização do suspeito, o policiamento realizou uma busca no imóvel e não encontrou nada, o imputado saiu de casa e disse que teria algo a resolver, os policiais permitiram e depois encontraram um revolver no quintal do vizinho, que ele havia jogado e graças aos familiares do rapaz o encontraram no bairro Agamenom Magalhães.


O criminoso foi apresentado no plantão da 1ª DP, onde será autuado em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo, será arbitrado um valor da fiança e se ele não pagar, será apresentado na audiência de custodia. 

POLÍCIA CIVIL PRENDE PADRASTO ACUSADO DE MATAR ENTEADA DE 14 ANOS EM BOM CONSELHO


O homem de 38 anos, acusado de matar a enteada de 14 anos nessa terça-feira (12) em Bom Conselho, foi preso nesta quarta-feira (13). Equipes da Polícia Civil encontraram o padrasto na casa de familiares em Garanhuns. O balconista Ricardo Teixeira Lucena, de 38 anos, confessou o crime e disse que matou a enteada porque sentia ciúmes dela. 

“Segundo informações de vizinhos, o homem já vinha ameaçando a vítima e brigou com a garota esse fim de semana, após vê-la dançando com um amigo. Ontem, usou uma enxada pequena e deu vários golpes na cabeça da vítima”, relatou o delegado responsável pelas investigações do caso, Alex Almeida, titular da Delegacia de Bom Conselho. 


Ainda de acordo com o investigador, o criminoso morava com a menina e a mãe dela há mais de 10 anos. O casal tem uma filha de quatro anos. O homem foi autuado por homicídio doloso e encaminhado à Cadeia Pública de Bom Conselho.

POLICIA CIVIL DEFLAGROU A OPERAÇÃO TORNIQUETE EM CUPIRA

A Secretaria de Defesa Social, através da Polícia Civil de Pernambuco, dando foco às diretrizes do Pacto pela Vida, deflagrou nesta manhã de quarta-feira (13/12/2017) a Operação Torniquete, concomitantemente à Operação "Tocandira", na cidade de Cupira, decorrente de investigação realizada pela Delegacia de Cupira, sob a presidência do Delegado Ernande Francisco, com assessoria do Núcleo de Inteligência da AIS 14 da Polícia Civil.

Em decorrência dessa operação, está sendo cumprido mandado de busca e apreensão itinerante em 15 localidades no Município de Cupira. O objetivo é desarticular grupo criminoso voltado à prática de tráfico de drogas e de armas.
Na deflagração foram empregados 10 (dez) Policiais Civis, entre Delegados,  Comissários, Agentes e  Escrivães, e 28 (vinte e oito) policiais militares.


O delegado de Cupira Dr. Ernande Francisco, disse que a idéia é combater o crime na sua origem e a nomeclatura da operação se deu devido a necessidade de sufocar as ações criminosas desses marginais.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

QUASE QUARENTA PESSOAS FORAM PRESAS EM GRAVATÁ






Uma mega operação denominada “Serra Segura” foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (13), pela Policia Civil de Pernambuco, sendo a 51ª Operação de Repressão Qualificada de 2017, em observância às diretrizes do Programa Pacto pela Vida, decorrente de investigação realizada pela Delegacia de Polícia de Gravatá com assessoria do NI-Zona da Mata/DINTEL - Diretoria de Inteligência da Polícia Civil.

A referida operação tem por objetivo desarticular uma Organização Criminosa voltada para prática de: homicídios; tentativas de homicídio; roubos e tráfico de drogas. A referida Organização Criminosa atuava na cidade de Gravatá.

Foram cumpridos 34 (trinta e quatro) mandados de prisão e 16 ( dezesseis) mandados de busca e apreensão domiciliar.

Na execução dos trabalhos foram empregados 120 (cento e vinte) Policiais Civis, entre Delegados, Comissários, Agentes e Escrivães. Além de 20 (vinte) policiais militares.
A Operação "SERRA SEGURA" foi supervisionada diretamente pela Chefia da Polícia Civil e coordenada pelo Diretor Integrado do Interior 1.


As informações preliminares sobre a referida foram divulgadas hoje pela manhã na Dinter 1, em Caruaru, onde foi informado que foi apreendida uma carga de cigarros contrabandeados e uma certa quantidade de droga como cocaína e crack e o resultado geram será apresentado amanhã no Recife.

POLICIA CIVIL APRESENTA RESULTADO DA INVESTIGAÇÃO QUE APURA AS MORTES DE PAI E FILHO DE SETE ANOS, QUE FORAM MORTOS NA CIDADE DE TORITAMA



Foi realizada na manhã desta quarta-feira (13), na sede da Dinter-1 em Caruaru, uma coletiva de imprensa para informar que a Policia Civil já começou a desvendar um crime de grande repercussão no estado e participaram dessa coletiva a perita papiloscopista do IITB – Instituto de Identificação Tavares Buril Dra. Juliana Meiko, o chefe da Dinter-1 Dr. Jose Rivelino Ferreira de Morais, o chefe da Policia Civil no estado, Dr. Joselito Kherle do Amaral e o delegado do caso, Dr. Flaubert Queiroz.


Entenda o caso: Na ultima segunda-feira (11), a Polícia Civil de Pernambuco, através da equipe da 129ª Circunscrição Policial de Toritama, cumpriu em um restaurante de Santa Cruz do Capibaribe, um Mandado de Prisão Temporária, em desfavor do segurança, Geandro de Assis Paraizo, de 30 anos, acusado de ter assassinado pai e filho na cidade de Toritama, na ultima sexta-feira, dia 08/12/2017. Na ação criminosa foram assassinados José Iranildo da Silva, de 35 anos e o filho dele Hyann Thiago da Silva, de 7 anos. Os dois foram mortos atingidos por disparos de arma de fogo.

A perita papiloscopista Dra Juliana Mieko, disse que ainda na sexta-feira, foi confeccionado um retrato falado, através de auxílio testemunhal, instrumento este que auxiliou sobremaneira o trabalho da Polícia e a colheita de informações e graças a precisão do resultado o suspeito foi reconhecido por um policial civil dentro de um restaurante em Santa Cruz.


Dr. Flaubert Queiroz, informou que a equipe da 129ª DP de Toritama, desde o dia do crime não descansou em busca do assassino. As investigações continuam com a devida instrução do Inquérito Policial, na busca inclusive dos demais criminosos que atuaram nesse bárbaro e covarde crime. 
Observe a semelhança do suspeito com o retrato-falado.




O delegado Flaubert, afirmou que é de fundamental importância que as pessoas que sabem quem são os criminosos que os denuncie através do Disque-Denuncia (81) 3719-4545 que terão garantia do anonimato

POLICIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO EM CUPIRA E PRENDE VARIOS CRIMINOSOS ACUSADOS DE HOMICÍDIOS, LATROCÍNIOS, TRAFICO DE DROGAS E ROUBO DE CARROS






A Secretária de Defesa Social, através da Polícia Civil de Pernambuco, em cumprimento às diretrizes do Pacto pela Vida, deflagrou na manhã desta quarta-feira (13), a 52ª operação de repressão qualificada de 2017, denominada Tocandira, decorrente de investigação realizada pela Divisão de Homicídios do Agreste, sob a presidência do Delegado Bruno Vital, com assessoria do Núcleo de Inteligência do Agreste/Dintel- Diretoria de Inteligência da Polícia Civil.

As investigações tiveram início em junho de 2017, tendo por objetivo de desarticular uma Organização Criminosa voltada para prática de: Homicídios; Tráfico de drogas; Roubos qualificados; Porte e Comércio Ilegal de arma de fogo; Coação a testemunhas; Adulteração de sinais identificadores de veículos automotores e Organização Criminosa.

A referida Organização Criminosa tem atuação em diversos municípios do agreste, entre os principais, Caruaru, Panelas, Lagoas dos Gatos, Agrestina e Cupira. As investigações fora supervisionadas diretamente pela Chefia da Polícia Civil e coordenadas pela Diretoria Integrada do Interior 1.

Ao total, estão sendo cumpridos 16 (dezesseis) mandados de prisão e 09 (nove) mandados de Busca e apreensão domiciliar. Na deflagração foram empregados 90 (noventa) Policiais Civis, entre Delegados, Comissários, Agentes e Escrivães e contou com a valorosa ajuda da Policia Militar através do BEPI, BIEsp e o GATI.

delegado Bruno Vital informou que a investigação foi iniciada em 28 de abril desse ano e identificou os seguintes criminosos:Fábio Cleyton Ferreira da Silva, vulgo“Saubinha” que é o líder da organização criminosa, que ainda tem como integrantesTiago Antão Bezerra, vulgo “Branco”; José Henrique de Amorim Oliveira, vulgo “Rick; Luiz Carlos José da Silva, vulgo “Luiz Carlos”;Juscelino José da Silva Júnior, vulgo“Rafinha”; Mailson José TorresGabriel Messias da Silva Barrosjosemir Silva de Souza Júnior, vulgo “Júnior Lagoa”; José Emerson Pedro da Silva, vulgo “Messon”;Idailson Marques da silvaJosé Genailson Gouveia, vulgo “Nenê”; Erivelton Alves da Silva, vulgo “Velton”Paulo Roberto da silva correia, vulgo “Paulinho”; Marcelo José da Conceição;Antonio Silva, vulgo “Mateus”; Edson Luiz de França, vulgo “Buchudo”; Mikaell Alves FeitosaAdenildo Aluísio da Silva, vulgo “Xuxa”, cinco deles já estavam presos e o policiamento prendeu outros 10 e apenas um não foi localizado. 

Os presos já estão na Penitenciaria Juiz Plácido de Souza em Caruaru.